Artigo 

2015-10-05
Factos rápidos sobre a 7ª jornada (2ª parte)

Islam Slimani conseguiu nos 5-1 ao V. Guimarães o seu primeiro hat-trick desde que chegou ao Sporting, interrompendo uma série de quatro jogos sem marcar (Lokomotiv, Nacional, Boavista e Besiktas). O máximo que tinha conseguido foram dois bis, frente ao V. Setúbal e ao Penafiel, ambos em jogos que o Sporting tinha ganho confortavelmente (3-0 e 4-0). Este foi também o primeiro hat-trick de um jogador do Sporting desde o assinado por Montero nos 8-1 ao Alba, na Taça de Portugal, a 20 de Outubro de 2013. Na Liga, o último hat-trick leonino também pertencia a Montero, mas fora marcado ao Arouca noutra vitória por 5-1, a 18 de Agosto de 2013.

 

- O jogo teve outro hat-trick, mas de assistências. Jefferson cruzou para dois dos golos de Slimani e deu a bola a Adrien para o golo que este marcou de livre, tornando-se num ápice no maior assistente do Sporting esta época. Carlos Mané e Bryan Ruiz eram os principais assistentes até aqui, com dois passes para golo. O último jogador do Sporting a fazer três assistências num jogo tinha sido Rochemback, que o conseguiu a 14 de Novembro de 2004, num 6-1 ao Boavista.

 

- O Sporting voltou ainda a marcar cinco golos num jogo, algo que já não fazia desde 21 de Novembro de 2014, quando bateu o Sp. Espinho por 5-0, em partida da Taça de Portugal. Em jogos da Liga, a última “chapa 5” do Sporting datava de 18 de Agosto de 2013, quando venceu o Arouca em casa por 5-1.

 

- Por sua vez, o V. Guimarães já não sofria cinco golos num jogo desde 11 de Março de 2012, quando caiu em Alvalade, contra o Sporting, mas por 5-0.

 

- O Sporting completou o 20º jogo consecutivo a marcar em casa para a Liga portuguesa, onde já não fica a zero desde a derrota (0-1) contra o Estoril, em Maio de 2014. Já não conseguia uma série tão longa desde o período que mediou entre Março de 2007 e Outubro de 2008: nessa altura esteve 24 jogos seguidos sempre a marcar, entre um 0-0 com o Desp. Aves e um 0-1 frente ao Leixões.

 

- Rui Patrício fez o 339º jogo com a camisola do Sporting, igualando o “violino” Vasques no 10º lugar dos jogadores mais utilizados de sempre na história dos leões. O guarda-redes fica agora a apenas três jogos do oitavo lugar, ocupado ex-aequo por Anderson Polga e Pedro Barbosa. A tabela é liderada por Hilário, que alinhou 471 vezes de leão ao peito.

 

- O Sporting voltou a jogar 36 minutos em superioridade numérica, por expulsão de Bouba Saré, pouco depois de se iniciar a segunda parte do jogo. É a terceira vez que lhe acontece estar a jogar contra equipas diminuídas em número em sete jornadas da Liga, pois já tinha sucedido com a Académica, em Coimbra (expulsão de Filipe Alexandre) e com o Nacional, em casa (duplo amarelo a Sequeira). Ao todo, os leões somam 102 minutos em superioridade numérica, sendo a equipa que mais tempo esteve a jogar contra 10, superando na lista o… V. Guimarães, que tinha 88 minutos.